Selma Ferreira da Silva nasceu em 10 de dezembro de 1925. Chegou a Olinda para tentar a vida vendendo tapioca no Alto da Sé, mas sempre cantava o ritmo "coco" que aprendeu com seus pais. Foi apenas em 1997 quando Dona Selma começou a fazer sucesso com o ritmo de pandeirada “A rolinha”, seu maior sucesso. A partir daí nada mais segurou a Selma, passou a ser conhecida como Selma do coco. Gravou cinco discos, ganhou oito prêmios pela obra musical e recebeu até o título de patrimônio vivo e cultural de Pernambuco. Entre as suas músicas mais famosas estão: “A rolinha”, “Meu sabiá”, “Tuninha” e “Minha história”. Quando partiu, em 2015, deixou um legado de valorização da cultura pernambucana para suas netas. E assim elas continuam carregando a bandeira do coco para o Brasil e para o mundo.
Documentário realizado para o Prêmio Culturas Populares de 2018, pelo Ministério da Cultura. 
Direção e fotografia de Gustavo Serrate

You may also like